Turismo

Selecione uma opção abaixo

  • Belezas Naturais
  • Cultura
  • Comidas típicas
Belezas Naturais

 

 

Salto São Francisco e Cachoeira Menor

Um dos cartões postais do município, considerado o salto mais alto da região Sul e um dos mais altos do país, possui aproximadamente 196 metros de queda livre. Proporciona um impressionante espetáculo, onde a água transforma-se em névoa antes de tocar no chão. Antes desta queda maior existe a chamada Cachoeira Menor, também de grande beleza. O acesso ao salto São Francisco é de grande apelo cênico, atravessando parte da Serra da Boa Esperança, onde localiza-se o Salto.

Localização: São Francisco

Distância: 50 Km – 12 km em asfalto e 38 km em estrada de cascalho.

 

 

 

 

 

Salto São João

Salto com 84 metros de altura situado no Rio São João, é um dos mais procurados para visitação devido à facilidade de acesso e à beleza do seu conjunto paisagístico. Possui grande volume de águas e no curso do rio, em trechos relativamente próximos, é possível tomar banho (com os devidos cuidados) onde há pouca profundidade. Está localizado numa área natural de grande beleza, onde é possível vislumbrar o Canyon do Rio São João. O acesso à base do Salto é difícil.

Localização: Barra Bonita

Distância: 22 km – 7 km em asfalto e 15 em chão batido

 

 

 

 

 

Salto Barra Grande e Fazenda Velha (Saltos Gêmeos)

Localizados no Rio Barra Grande, numa das escarpas da Serra da Esperança, os saltos gêmeos – como são conhecidos por sua similaridade e proximidade – atualmente são utilizados apenas para visualização (a caminho dos Saltos São Sebastião e Mlot, Canyon do Perehowski) devido ao difícil acesso. Possuem aproximadamente 130 e 100 metros, respectivamente.

Localização: Barra Grande

Distância: 30 km

 


 

 

 

Salto Mlot e Cachoeira do Miguel

Saltos consecutivos com 120 metros e 5 metros respectivamente, situados de frente ao salto São Sebastião. Como pouco volume de água, mas de grande beleza e potencialidade para rapel e canyoning.

Localização: São Sebastião

Distância: 29 km

 

 

 

 

 

Salto Barão do Rio Branco

Situado no Rio dos Patos, é um dos saltos mais procurados para visitação. Com 64 metros de altura e significativo volume de águas. É possível chegar à base do salto através de uma escadaria com 478 degraus.

Localização: Manduri.

Distância: 14 km.

Cultura

 

 

Igreja de São Josafat

Em 27 de agosto de 1939, a igreja foi sagrada pelo Arcebispo Dom João Butchko, Visitador Apostólico, em memória aos 300 anos da morte de São Josafat, bispo ucraniano que morreu martirizado devido à sua tentativa de reunificar os católicos daquele país. A igreja então foi dedicada a este Santo, passando a ser denominada Igreja Matriz de São Josafat.

Localização: Prudentópolis

 

 

 

 

Museu do Milênio

Criado com o intuito de resgatar e preservar a memória e história do imigrante ucraniano, foi inaugurado em 1989, com a exposição temporária "Os ucranianos em Prudentópolis", mostrando a arte sacra, artesanato, folclore, educação e instituições. O seu acervo é composto por objetos de uso tradicionais, artesanato típico, documentos, fotografias, e livros relacionados ao povo ucraniano.

Localização: Prudentópolis

 

 

 

 

 

Paróquia de São João Batista

A religiosidade chega às terras onde hoje se situa o município de Prudentópolis juntamente com seus primeiros habitantes responsáveis pelo início da colonização da Região. Sabe-se, através de pesquisas e história oral, que a primeira capela erguida no lugar foi por volta de 1860 no bairro Rio dos Patos. A Capela de Nossa Senhora da Conceição do Rio dos Patos pertencia à Paróquia Santo Antonio de Imbituva. Em 1883, um paulista de nome Firmo Mendes de Queirós, chegou com o objetivo de explorar as terras e constituir um povoado. Com o nome de São João do Rio Claro, iniciaram-se as construções das casas. Este povoado rapidamente cresceu e passou a ser chamado de “Vilinha”. Em 1884, com o incentivo do Padre italiano José Stumbo, foi construída a primeira capela, a qual recebeu como padroeiro São João Batista, pelo fato de Firmo Mendes de Queirós e sua família serem devotos deste santo. 

Localização: Prudentópolis

 


 

 

Igreja Ucraniana

As igrejas ucranianas são um bonito atrativo na cidade e muitas delas estão espalhadas ao longo das estradas que dão acesso as cachoeiras, ainda que a maior delas (Igreja São Josafat) esteja localizada em pleno centro de Prudentópolis.

Localização: Prudentópolis

 

Comidas típicas

 

 

Holopti (Charuto)

Holopti, que popularmente é bastante conhecida como “charuto de repolho e carne moída”.

Localização: Prudentópolis

 

 

 

 

Borsch (Sopa)

A tradicional sopa borsch era preparada com ervas ou aveia. Foi só com o passar do tempo que a beterraba se tornou seu ingrediente principal.

Hoje em dia, a beterraba é raramente substituída por pouquíssimos outras coisas, como a azedinha, planta natural da Península Ibérica. O resto dos ingredientes pode variar, dependendo da época e da região.

Nas festas, é comum prepará-la com vários tipos de carne, mas, durante a Quaresma, aparecem versões com cogumelos e peixe defumado, além da já citada azedinha.

Localização: Prudentópolis

 

 

 

 

 

Perohê (Pastel)

O nome Perohê é original da Ucrânia, porém o pastel é bastante comum também na Polônia, onde é conhecido como Pierogi. 

Localização: Prudentópolis